Comprar Mini Moto: na internet é possível pesquisar valores para os mais variados modelos de miniaturas, seguindo a necessidade do consumidor, que poderá usá-la para passeio ou para as competições.

Comprar Mini Moto

Muitos pais, para incentivar a carreira dos filhos ainda pequenos na prática do motocross, adquirem mini motos para que os pequenos possam praticar o esporte em suas categorias, disputando provas com crianças da mesma idade e, dessa forma, possam, além de se aprimorar, mostrar para o mundo o talento que possuem.

Réplicas em miniatura dos modelos convencionais, as mini motos podem ser encontradas em uma grande variedade de cores, motores e padrões, sendo movidas a gasolina e com características diferentes de embreagem, tipo de freio, quantidade de cilindradas, entre outros aspectos que acabam impactando o bolso na hora de comprar mini moto e também na hora de mantê-la.

Na internet é possível pesquisar valores para os mais variados modelos de miniaturas, seguindo a necessidade do consumidor, que poderá usá-la para passeio ou para as competições. Além disso, é possível trocar informações com outros usuários, apaixonados pelos mini veículos, na busca de ideias de onde realizar a manutenção, como conservar a mini moto, onde adquirir peças e acessórios, como deve ser feita a segurança e até mesmo onde praticar esportes com ela.

Para quem não quer abrir mão do sonho de possuir um mimo desses, uma das opções é pesquisar os valores das mini motos usadas, que pode ser bem mais em conta do que um modelo novo.  Para saber se o valor é justo, avalie com outros usuários e até mesmo faça buscas em tabelas oficiais, como a Fipe, para saber se o preço pedido está de acordo com o estado do veículo que será adquirido, lembrando-se de calcular os juros caso o preço da mini moto seja parcelado, para checar se a aquisição será vantajosa pela quantia negociada.

Dependendo do modelo, uma mini moto zero quilômetro pode ser negociada por até R$ 6 mil, levando em consideração a potência de seu motor, seus acessórios, pintura, região na qual está sendo comercializada, frete, tipos de câmbio e freio, dentre outros detalhes. Já entre os veículos usados, é possível encontrar modelos com valor a partir de R$ 800, também se devendo avaliar estado de conservação, região, ano de fabricação, potência do motor, entre outros.

Muita gente leva em conta apenas o valor que será gasto com o veículo na hora de adquiri-lo, deixando esquecidos os gastos com combustível, manutenção, conservação etc. Também é preciso levar em conta o desgaste das peças, como pneus, freios, embreagem, etc e quem realizará a troca das mesmas, para evitar as surpresas com o orçamento. Há diversos profissionais em todo o território brasileiro que se especializaram em mini motos e, consequentemente, o valor que cobram por seus serviços também é bastante variável. A confiança no profissional com quem trabalha também tem impacto indireto no bolso, pois evita dores de cabeça com trabalho mal feito e que precisa ser refeito posteriormente, gerando mais gastos. O sonho de adquirir uma mini moto deve trazer sempre prazer e não preocupações e desgostos. Dessa forma, avaliar todas as fontes de gastos com a aquisição é imprescindível para não gerar frustrações.

Acessórios para a segurança de quem irá pilotar o veículo também devem ser adquiridos e não são apenas “perfumaria”. Cotoveleiras, viseira, capacete e outros itens devem ser comprados e usados para a proteção de adultos e crianças, pois mesmo atingindo menos velocidade que uma moto convencional, um acidente com uma mini moto pode trazer diversos danos à saúde.

A maioria dos adultos que adquirem este tipo de veículo o faz para que os filhos o usem, mas  é importante ressaltar que, de acordo com o artigo 140 do Código de Trânsito Brasileiro, para conduzir veículos de duas a três rodas com até 50 cilindradas e velocidade máxima de até 50km/hora, informada pelo fabricante, é necessário obter uma autorização de condução de ciclomotores, que deve constar na carteira de motorista do condutor, o que pode restringir o uso da miniatura por menores de idade, podendo resultar em prejuízos como a apreensão da mini moto caso alguma autoridade flagre o pequeno a conduzindo por aí. Quanto às regras de licenciamento e emplacamento, elas variam de acordo com o estado e o município no qual o veículo foi adquirido. Assim, caso surjam dúvidas a respeito da legalidade no uso da miniatura por menores de idade e se o proprietário tiver questionamentos sobre a legalização da mini moto, deverá procurar os órgãos competentes de sua cidade para se informar sobre tais assuntos.

Avalie as possibilidades de compra e uso das mini motos e garanta a diversão sem passar aperto ou levar sustos com os valores que poderão ser dispendidos com a compra deste tipo de automotor.

Comprou sua moto? Veja como montar abaixo:

Minimotos BR

Tudo que você queria saber sobre essas mini máquinas!
Todos os direitos reservados, é vedada a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.